Trapiche de Macapá deve ganhar complexo turístico e gastronômico em outubro

O espaço comercial que fica no final do Trapiche Eliezer Levy, na orla de Macapá, será reativado após uma empresa vencer a chamada pública feita pelo governo do Amapá, no início de agosto. A previsão é que um complexo turístico e gastronômico seja inaugurado no local até outubro.

A chamada pública para o espaço foi realizada devido a ausência de concorrentes em três processos de licitação. A empresa responsável em atuar na área da extremidade do trapiche vai arcar com reforma, segurança, manutenção regular da estrutura, pagamento dos serviços de água e eletricidade. O local foi arrendado no valor de R$ 2 mil.

De acordo com a Secretaria de Estado do Turismo (Setur), desde dezembro de 2016 foram realizadas tentativas de licitações para a exploração comercial do lugar, porém as tentativas falharam por falta de interessados.

Segundo a secretaria, o empreendimento tem um prazo de 45 dias para colocar o negócio em funcionamento. O contrato é válido por 12 meses, podendo ser renovado, conforme edital.

De acordo com a Setur, houve demora no processo de reativação do Trapiche devido ao processo para a elaboração da documentação com amparos legais sobre obrigações, deveres e direitos, tanto do Governo quanto da empresa que vai administrar o espaço público.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here