Remo se complica na Copa Verde e perde para o Manaus

O Clube do Remo foi derrotado na estreia azulina na Copa Verde 2018. Na Arena Amazônia, o Clube de Periçá jogou abaixo da expectativa pós-vitória no Re-Pa e perdeu pelo placar de 2 x 0 para o Manaus-AM, saindo atrás no confronto por uma vaga na próxima fase.

copa verde

O primeiro gol do clube manaura foi marcado por um jogador que começou como goleiro e virou meia, Hamilton, ainda no primeiro tempo. O segundo gol do Manaus teve a marca de Rossini, ex-jogador do Paysandu. 2 x 0.

O próximo jogo entre os dois times será no dia 21 de fevereiro, no Mangueirão. Para se classificar, o Remo tem que vencer por três gols de diferença. Novo 2 x 0 leva a decisão para os pênaltis. Empate ou derrota por um de diferença dá a vaga ao Manaus-AM.

O Clube do Remo entrou em campo muito diferente das últimas atuações remistas no Campeonato Paraense, especialmente no clássico contra o Paysandu. Recuado, o Leão passou a maior parte da etapa inicial esperando pelo adversário.

O Manaus-AM, com velhos conhecidos do futebol local, estava longe de apresentar brilhantismo técnico, mas teve mais entusiasmo e dedicação para tomar a iniciativa das ações ofensivas e criar perigo ao gol remista. Em uma das chances, o ex-azulino Panda chutou na trave do goleiro Vinícius.

A melhor oportunidade do Remo foi em uma cabeçada do atacante Isac, após cruzamento de Levy, mas a finalização foi para fora.

O gol dos donos da casa saiu nos minutos finais, quando o meia Hamilton, que começou a carreira como goleiro, fez um Carnaval na defesa remista e teve tranquilidade para chutar no canto do goleiro. 1 x 0.

No segundo tempo, Ney da Matta mudou a equipe, colocando Jefferson Recife e apostando na mesma mudança que deu certo no Re-Pa. O time até esboçou melhora inicial, adiantando a marcação, mas voltou a abusar de cruzamentos sem eficiência.

O Manaus-AM, então, aproveitou falha da defesa para marcar o segundo gol. Rossini recebeu na área remista, teve tranquilidade para tirar a marcação e chutar deslocando o goleiro Vinícius. 2 x 0.

Na base do tudo ou nada, os paraenses ainda tiveram algumas chances, mas faltou capricho para colocar a bola para dentro do gol. No apito final, festa amazonense, que venceu a primeira contra equipes paraenses na história da Copa Verde. 2 x 0.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here