Financiado pela web, quadrinho de fantasia medieval do AP vira publicação

A história em quadrinhos de uma guerreira vingativa em um mundo de ficção com características medievais conquistou leitores e internautas e, através de um financiamento coletivo na internet, os escritos foram publicados em um livro. A obra, produzida no Amapá, por Ewerton Gomes e Josiel Santos, é uma das muitas celebradas nesta terça-feira (30), Dia do Quadrinho Nacional.

quadrinhoChamado de “Isolda – A Canção da Espada”, o quadrinho também tem trabalho de artistas de renomadas editoras, como a DC e Marvel. A obra foi lançada no dia 21 de janeiro, num evento de cultura japonesa em São Paulo.

Na história, Isolda é uma guerreira líder de uma tribo, depois de ter sido escrava na infância. Conhecida como Uivo Sangrento, a personagem é tomada por um único sentimento, a vingança.

O projeto, que era um sonho antigo do roteirista Ewerton “Ton” Gomes, saiu do papel após um financiamento coletivo. Para Ton, essas são ótimas alternativas de incentivo e uma possibilidade para poder publicar histórias em quadrinhos no Brasil.

“Essa é uma ótima maneira para tirar os projetos ‘da gaveta’ e torná-los realidade, mas é preciso preparar o público, manter o mesmo informado. Ter um projeto aprovado pode ser realizador, mas ele também pode ser um desastre se não der certo”, contou o roteirista.

Desastre que, segundo Ton, já teve experiência. Ele e Josiel tentaram financiar uma história de zumbis ambientado em Macapá, mas o projeto não chegou nem na metade da meta de investimento.

“Lançamos um projeto e foi um fracasso, mas, graças a Deus, fracassei. A gente aprende muito errando. O importante é não desistir”, reforçou Ton.

O objetivo era arrecadar R$ 3 mil, e o projeto alcançou aos 184%, arrecadando mais de R$ 5,5 mil. 85 pessoas apoiaram o nascimento de Isolda.

Diante do sucesso com o financiamento de Isolda, o roteirista, que é paraense, mas reside em Macapá, foi convidado pela organização do evento Anime Dreams Celebration para representar o estado e fazer o lançamento do quadrinho em São Paulo.

Ton Gomes já trabalha em novos projetos e prevê pelo menos mais duas produções para 2018. Uma delas deverá ser o final história de Isolda, com previsão de lançamento em setembro. Já o segundo, conta, será uma história inédita.

“Ele será um quadrinho adulto que aborda a corrupção no nosso país, a partir de um anti-herói que resolve aniquilar todos os políticos corruptos. Esse projeto vai ser lançado numa plataforma de financiamento coletivo ainda neste primeiro semestre”, finalizou.

“Isolda – A Canção da Espada” é a primeira parte da história que foi colorida por Marcos Martins, colorista da Marvel, DC e Abril. As artes promocionais da história foram feitas por José Luiz, Jack Jadson, Jeff Batista e pelo próprio Martins. Todos eles trabalham nos mercados americano e europeu de quadrinhos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios