Preço do açaí sofre queda de até 21% na região metropolitana de Belém

O preço do açaí, especialmente do tipo médio, o mais consumido pela população, recuou mais de 20% nos primeiros dez meses de 2017. A informação foi divulgada pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA), que realiza pesquisas semanais em feiras livres, supermercados e pontos de venda espalhados pela Região Metropolitana de Belém.

Segundo o departamento, as pesquisas vêm sendo realizadas desde 1990 e, nesse período, foi possível constatar que o produto, que integra um dos principais itens da alimentação da população, apresenta altas consideradas excessivas para pessoas de baixa renda. Em 2017, o comportamento dos preços do açaí não foi uniforme. Conforme a pesquisa, o litro do açaí tipo médio custava, em média na Grande Belém, em outubro do ano passado, R$ 17,22 e encerrou 2016 sendo comercializado a R$ 17,02.

Começou o ano de 2017, em janeiro, com o preço do litro na média de R$ 16,49; o valor foi para R$ 17,81 em junho, para R$ 16,69 em julho, R$ 15,62 em agosto, R$ 15,10 em setembro e em outubro já custava R$13,54 nos supermercados. Nas feiras e pontos é possível encontrar o produto variando entre R$ 7 e R$ 10. Com isso, o litro do açaí apresentou recuo de 10,33% no mês passado em relação aos preços praticados em setembro e queda de 20,45% nos primeiros dez meses do ano. Ainda segundo o Dieese/PA, nos últimos 12 meses, o preço do litro do açaí do tipo médio apresenta uma queda acumulada de 21,37%.

Segundo o economista Roberto Sena, coordenador técnico do Dieese, os preços do litro do açaí são muito diferenciados em função dos vários locais de venda. Assim, há muita diferença de preços entre as várias feiras e pontos de venda espalhados pela cidade, bem como também entre os supermercados que comercializam o produto. Na última semana de outubro, o litro foi encontrado nas feiras livres com o menor preço de R$ 7,00 e o maior de R$ 12,00. Nos supermercados, os preços variaram entre R$ 10,00 e R$ 12,00.

Já o açaí do tipo grosso também apresentou recuo de preço em outubro. Em igual período do ano passado, o litro do produto foi encontrado, em média, na Grande Belém, a R$ 21,68 e encerrou 2016 custando R$ 21,48. Começou 2017 custando R$ 20,74, subiu para R$ 25,96 em junho, alcançou R$ 23,33 em julho, R$ 20,34 em agosto, R$ 19,88 em setembro e no mês passado foi comercializado pela média de R$ 19,22. Isso representa uma queda de preço em outubro de 3,32% em relação a setembro no litro de açaí do tipo grosso.

Nos primeiros dez meses de 2017 (de janeiro a outubro), este tipo de açaí também apresentou recuo de preço de 10,52%. Nos últimos 12 meses a queda chegou a 11,35%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here