Paysandu enfrenta Luverdense fora de casa pela série B

paysanduO Paysandu pode se manter longe da zona de rebaixamento da Série B e, de quebra, voltar a sonhar com o acesso. Nesta terça-feira, o time vai ao Mato Grosso encarar o ameaçado Luverdense, às 21h30 (de Brasília), pela 30ª rodada da competição.

Vindos de um empate por 0 a 0 diante do CRB, dentro de casa, os paraenses aparecem na 11ª posição da tabela, com 37 pontos, 14 atrás do quarto colocado Ceará. Já o time de Lucas do Rio Verde se manteve na primeira colocação da zona de rebaixamento, com 34 pontos, ao perder para o vice-líder América-MG, em Belo Horizonte.

Para a próxima partida, o Paysandu deve usar o confronto anterior como motivação. A igualdade sem gols irritou o técnico Marquinhos Santos, que viu o time alviceleste melhor em campo e com mais chances de gols diante de sua torcida em Belém.

“A nossa proposta foi ofensiva, com 14 finalizações contra uma do CRB, e nessa o Emerson foi decisivo. Ficou um jogo perigoso, pois buscávamos o gol e ficávamos expostos. Jogamos com uma melhor qualidade. Saímos insatisfeitos com o resultado, mais vendo o empenho e a entrega dos jogadores. A Fiel confiou e lotou, foi o maior e melhor público do ano na Curuzu. É agradecer e pedir desculpas por não conseguirmos a vitória”, destacou o treinador.

“Temos que ter equilíbrio, temos que ter sabedoria. Saber, estrategicamente, jogar esse jogo, que é difícil. Em Lucas do Rio Verde sempre foi difícil jogar, mas o Paysandu no Brasileiro jogando fora de casa já buscou a quebra de alguns tabus”, completou.

Em termos de escalação, Marquinhos acumula uma série de problemas. Sem contar com Guilherme Santos, que se lesionou no duelo com o CRB, e com o reserva imediato Peri, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o comandante alviceleste deve promover a entrada de Jean na lateral esquerda.

Além disso, o volante Rodrigo Andrade é outro que se machucou no final de semana e dá lugar a Jhonnathan no time titular. O meia Fábio Matos também cumpre suspensão automática e deve ter a vaga ocupada por Augusto Recife.

Do lado alviverde da partida, o foco é vencer a qualquer custo. O Luverdense precisa aproveitar o fator campo para sair com os três pontos e ainda torcer para um tropeço do Guarani, primeira equipe fora da degola, também com 34 pontos e que leva vantagem nos critérios de desempate. O time campineiro tem pela frente o lanterna ABC-RN, em Campinas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here