Lixo é o que não falta

[dropcap]C[/dropcap]hegamos aos 400 anos e Belém ainda muito aquém de ter uma cidade boa de se viver. Por onde se vê é lixo e pichações. Belém por ser uma cidade da Amazônia possui muitos córregos que hoje se tornaram canais. E próximos a esses canais o que se vê é lamentável. São toneladas de lixo e entulho. Muito mais que a falta de educação da população é a falta de responsabilidade da Prefeitura que não prima pela limpeza da cidade. Hoje o famoso lixão do Aurá foi desativado. Já temos um novo aterro sanitário que funciona em Marituba. E infelizmente ainda não se faz uma separação do lixo reciclável do orgânico. São milhares de reais jogados fora. Sabe-se que a indústria de recicláveis é muito rentável e seria mais uma receita para o município. Os moradores do entorno e porque não dizer todos os cidadãos de Belém estão preocupados com a contaminação do meio ambiente. E falando sobre ecologia é bom saber o aterro está entre a cidade e a mata. Um refúgio da vida silvestre. Local onde vivem onças, lontras e até quati. Toda uma fauna que precisa ser preservada. A população precisa se conscientizar e fazer menos lixo, mas a Prefeitura precisa também precisa ter consciência para que todo esse lixo não afete o solo, o ar, a água e a fauna do local. Precisamos começar urgente a reciclar não só nossas atitudes, mas também o que não mais necessitamos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here