Justiça Federal bloqueia bens do ex-prefeito de Belém Duciomar Costa

A Justiça Federal bloqueou contas bancárias, veículos e imóveis de oito pessoas e sete empresas investigadas por fraudar licitações na Prefeitura de Belém. Só do ex-prefeito Duciomar Costa, foram 19 milhões de reais em bens.

Além disso, oito empresas investigadas por fraudes em licitações na prefeitura da capital estão incluídas na decisão assinada pelo juiz federal Rubens Rollo de Oliveira. Entre os bens bloqueados estão valores em contas correntes, poupança e fundos ou aplicações mantidos pelas pessoas físicas e jurídicas investigadas, veículos e embarcações.

O juiz também determinou a expedição de ofícios aos cartórios de imóveis do Pará para que seja informada a existência de imóveis em nome dos investigados. A decisão também ordenou a suspensão do pagamento administrativo pela prefeitura municipal de Belém às empresas Varanda Sistemas de Habitação LTDA, OSBC Sistema Brasileiro de Construção LTDA, Metrópole Serviços de Construção e Limpeza LTDA, Brasil Ambiental LTDA e BA Meio Ambiente, todas alvos da investigação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here