Grupo Balé Folclórico da Amazônia comemora 27 anos

Balé Folclórico da Amazônia

O grupo Balé Folclórico da Amazônia comemora 27 anos de história representando as tradições amazônicas com apresentação especial de canto, música e dança de projeção folclórica, nesta quarta-feira (1º de novembro), às 20h, no Teatro Margarida Schivasappa, do Centur, dentro do Edital Pauta Livre, da Fundação Cultural do Pará (FCP). Os ingressos custam R$ 10,00 e estarão disponíveis na bilheteria do teatro.

Fundado em setembro de 1990, o “Balé Folclórico da Amazônia” tem como fonte de inspiração de seus espetáculos as manifestações do folclore e cultura popular da Amazônia brasileira. São danças tradicionais e estudos coreográficos com rituais, lendas, mitos, manifestações do sagrado e profano, mostrados em um espetáculo de variados ritmos, profusão de cores, riqueza e variedade de figurinos e adereços.

Contemplado no Programa Seiva de incentivo à arte e à cultura da FCP, o espetáculo comemorativo aos 27 anos do Balé Folclórico da Amazônia é composto de parte do repertório tradicional do grupo construído ao longo de sua existência e de releituras inéditas de manifestações tradicionais da cultura espontânea amazônica.

Segundo o diretor artístico, Eduardo Vieira, o grupo selecionou especialmente para o show, o que produziu de melhor durante os 27 anos de história. “Esse show representa todo um esforço do grupo durante esses 27 anos. Fazer cultura popular hoje em dia não é fácil, mas somos motivados por uma enorme vontade e uma enorme paixão. Fomos agraciados com a premiação do edital Seiva e estamos muito felizes com isso”, comenta.

Eduardo Vieira acrescenta que o show é importante para os integrantes do grupo, por ser uma oportunidade de mostrarem a sua paixão dentro de um espaço que consideram adequado para a produção do Balé Folclórico da Amazônia. “O Margarida Schivasappa é um teatro todo equipado. Ele dá todo um suporte para que nós possamos mostrar de forma bonita e bem feita o que nós temos de melhor. Manter essa tradição de cultivarmos e de fazer sempre bem feito aquilo que a gente está se propondo é importante para nós”, pontua.

O espetáculo contará com a participação de atores que interpretarão textos de autores regionais que fazem referência às manifestações apresentadas. “O público pode esperar um show muito bonito, com muita cor, muito ritmo, muita energia, muita animação e a participação de alguns artistas da nossa terra que consideramos importantes, com canções das quais nós nos inspiramos para produzir as nossas coreografias”, comemora o produtor artístico Eduardo Vieira.

O grupo, ao longo de sua trajetória, já realizou 11 turnês internacionais participando como representante do Brasil em mais de 100 festivais realizados na Europa e Américas e cerca de 20 em todas as regiões do Brasil, obtendo inúmeras premiações internacionais, orgulhando-se de contribuir com o desenvolvimento da dança de projeção folclórica dando a esta respeitabilidade e admiração.

Serviço:

27 anos do Balé Folclórico da Amazônia

Dia 1º de novembro (quarta-feira), às 20h

Teatro Margarida Schivasappa do Centur

Ingressos: R$ 10,00 na bilheteria

Balé Folclórico, 27 anos, Teatro Margarida Schivasappa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here