Engarrafamento federal

Toda data comemorativa que promove um feriado prolongado, é a mesma balela da Polícia Rodoviária Federal: O congestionamento é provocado pelo grande número de veículo que trafegam no mesmo horário de saída ou entrada da cidade.

Ora, A Polícia Rodoviária Federal é paga para ficarem seus agentes vinte quatro horas de plantão e justamente para orientar o trafego de veículos nas estradas, e não ficar fazendo barreira com estreitamento de pista em frente aos seus alojamentos como acontece em Ananindeua.

Todo o estrangulamento do trafego se dá justamente naquele ponto chegando até a Almirante Barroso, ou dali até Benevides, tudo por que existe o estreitamento de pista e redução de velocidade para os olhares dos agentes especialmente se estiverem sob mira dos holofotes de canais de televisão, dando entrevistas ocas aos jornalistas localizados, ou seja: Não vão atrás da notícia, e sim pautarem entrevista, o que leva os motorista também abestalhados a reduzirem velocidade para também aparecerem nos jornais e televisão.

O pior de tudo que esses chamados profissionais de imprensa fazem a mesma imagem para todos os canais, não busca outro ângulo para suas matérias carcomidas, repetitivas e enfadonhas.

Enquanto os agentes rodoviários da Policia Federal ficam aparecendo na televisão, as ocorrências de desrespeito as normas de trânsito são violentadas em toda a extensão da BR316 onde não se encontra um agente.

Outro ponto de estrangulamento é no posto de Castanhal próximo a Americano, onde somente um veículo passa entre cones, fazendo com que uma fila gigantesca de veiculo passe horas numa macha lenta, daí vir os rodoviários federais dizer que há vários pontos de engarrafamento na estrada, esquecendo-se de dizerem que eles é que promovem o engarrafamento para aparecerem dando entrevista vazia a canais de televisão que até se instalam com suas parafernálias no posto de Ananindeua, e ali também contribuem para o engarrafamento ao pararem veículos para fazerem perguntas sem nexo aos ocupantes dos carros, como: Vai prá praia? Vai passear aonde? Como se sente? Em fim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here