Comer salada todo dia retarda em 11 anos envelhecimento do cérebro

Basta uma porção por dia de salada – vegetais com folhas verdes – e o ser humano consegue retardar o envelhecimento cerebral em 11 anos. A constatação é uma pesquisa da Universidade de Rush, nos Estados Unidos, publicada na revista médica Neurology, da Academia Norte-Americana de Neurologia.

O estudo mostrou que pessoas que comem pelo menos uma porção desses vegetais verdes e folhosos por dia apresentaram uma taxa de declínio mais lenta em testes de memória e habilidades de pensamento, do que as pessoas que nunca ou raramente comem esses vegetais. A diferença entre os dois grupos foi o equivalente a ter 11 anos de idade a menos no cérebro.

O comparativo envolveu 960 pessoas com idade média de 81 anos que não apresentavam demência e foram acompanhadas por mais de uma década – uma média de 4,7 anos entre todos os participantes.

“Adicionar uma porção diária de vegetais de folhas verdes à sua dieta pode ser uma maneira simples de promover a saúde do cérebro,” resumiu a Dra. Martha Clare Morris, da Universidade Rush (EUA).

A equipe monitorou o consumo de três vegetais verdes de folhas: espinafre (meia xícara de espinafre cozido), couve (meia xícara cozida) e salada de alface, crua, (uma porção de um copo).

No geral, as pontuações dos participantes nos testes de raciocínio e memória diminuíram ao longo do tempo a uma taxa de 0,08 unidades padronizadas por ano.

Ao longo de mais de 10 anos de seguimento, a taxa de declínio para aqueles que comiam mais vegetais folhosos foi mais lenta em 0,05 unidades padronizadas por ano. O somatório da diferença equivaleu à pessoa ser 11 anos mais nova.

Os resultados permaneceram válidos mesmo em situações que poderiam afetar a saúde cerebral, como tabagismo, hipertensão arterial, obesidade, nível educacional, atividades físicas e atividades cognitivas.

A Dra. Morris observou que o estudo mostra a associação entre comer vegetais de folhas e a saúde do cérebro. Mesmo assim não é possível descartar outros fatores que também contribuem para este estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here