Associação Paraense de Vaquejada une forças para fortalecer segmento

Com a sede do Palácio da Agricultura como palco e com a presença de integrantes da Adepará, dirigentes do Sistema Faepa, assim como do deputado estadual Sidney Rosa a Associação Paraense de Vaquejada – ASPAV – realizou, em junho último, uma movimentada reunião. Para o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará, Carlos Xavier, que incentivou a fundação da ASPAV, a vaquejada é uma cultura que respeita antiquíssimas tradições de famílias rurais, e disse que, em breve, será divulgado um calendário regional digital com apoio da Federação. “A vaquejada é muito importante para a região, quer seja no âmbito econômico, ou na nossa mais legitima forma de expressão cultural. Entendo que deva ser amplamente divulgada”, avaliou o presidente.

Na ocasião, o vice-presidente da ASPAV, Osni Nunes, um dos grandes incentivadores deste esporte no Pará, explanou sobre a importância de unir forças como forma de fomentar recursos para que as diversas ações planejadas possam ser colocadas em prática. “Tudo depende da união de todos que dependem e amam o cavalo e o esporte. Precisamos estar unidos para apoiar as atividades equestres de vaquejada como as provas de tambor, rodeios, baliza, entre outros, e, assim, colocar em prática tudo aquilo que o nosso esporte precisa para ser ainda mais organizado”, comentou Osni.

O deputado estadual Sidney Rosa, que apoia a atividade, falou de sua importância para preservar a cultura, as tradições e as raízes. “Além da questão cultural e desportiva, a vaquejada gera mais de 180 mil empregos entre diretos e indiretos”. Sidney também falou sobre o bem-estar dos animais: “Podemos afirmar, que o esporte não prejudica a saúde do animal e somos contra a qualquer maus-tratos que os mesmos venham sofrer”, declarou. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here